Santigo & Cintra
Trimble
Spectra
senseFly
Parrot
Pix4D
Fique por dentro das novidades:
loadingEnviando...

Como minimizar erros em um levantamento topográfico?

Como minimizar erros em um levantamento topográfico?

É de consenso que qualquer tipo de levantamento topográfico invariavelmente terá a incidência de erros. Como podemos evitá-los ou minimizar sua influência? O uso de técnicas adequadas, equipamentos adequados e o conhecimento profissional podem minimizar significativamente os erros oriundos da representação da superfície terra em mapas e diversos tipos de projetos.

O levantamento topográfico tem como intuito representar a superfície terrestre e para isso existem diversas técnicas/equipamentos que permitem que distancias, desníveis e suas coordenadas medidas em campo sejam disponibilizados em mapas ou outras mídias, permitindo dentre outras finalidades o planejamento do que será realizado e os potenciais do terreno levantado. No entanto, toda representação inclui erros, dessa forma é necessário entender a necessidade do levantamento, aliar habilidade humana e equipamento adequado para ter um levantamento de qualidade.

Além do exposto acima, é muito importante entender quais os níveis de erro que são aceitáveis para verificar a necessidade de realizar novas medidas ou substituir o equipamento utilizado.

 

Erros mais comuns ao realizar um levantamento topográfico

Antes de informarmos sobre os erros ao realizar um levantamento topográfico, vamos relembrar o que é um levantamento topográfico.

O levantamento topográfico é o ato de localizar e mapear todas as características da superfície de um terreno. Especificamente, o levantamento mede e mostra a forma, configuração, alívio e outras características tridimensionais aplicáveis do solo para criar contornos.

Os levantamentos topográficos também podem incluir objetos naturais, como árvores, grandes rochas, bem como características artificiais, como edifícios, muros de contenção, ruas, calçadas, paisagismo e polos de serviço. O mapa gerado pelo levantamento ainda pode incluir informações corretas de linha de limite que muitas vezes são necessárias para contratempos.

Nesse aspecto vale a pena observar que o sucesso do trabalho depende do operador aliado a utilização correta dos equipamentos. Dessa maneira podemos dizer que todo levantamento topográfico está sujeito ao erro, e cabe ao profissional conhecer os tipos e possíveis erros que podem acontecer.

Assim, conhecendo suas causas e os tipos de erros, é possível analisar a gravidade do erro e em quais casos será preciso uma nova medição.

 

As principais causas dos erros em um levantamento topográfico

 

Fatores e Erros em um levantamento topográfico

 

Como mencionado acima, é importante conhecer e saber sobre as origens e causas dos erros topográficos.  As principais causas de um erro dentro de um levantamento topográfico usualmente são resultantes de fatores naturais, instrumentais e pessoais, sendo classificados em grosseiros, sistemáticos e aleatórios

  • Erros Grosseiros são devidos a falta de atenção, cansaço, falta de habilidade ou descuido do operador, como, por exemplo ao inverter a informação de um número na medição da altura do Instrumento durante um levantamento, não usar instrumento devidamente nivelado durante a medição, etc.
  • Erros Aleatórios são erros imprevisíveis em cada medida e que atuam de maneira irregular sobre as medições, como variação brusca da umidade, temperatura, usualmente percebidos durante o trabalho de escritório;
  • Erros Sistemáticos usualmente são associados a fatores instrumentais, como equipamentos não aferidos, mal aferidos ou com defeitos de fabricação, resultando na repetição dos valores de erros.

 

Como minimizar os erros em um levantamento topográfico?

A primeira recomendação é conhecer e dominar suas causas e tipos. Dessa forma o profissional deve ficar atento ao que pode acontecer e quais medidas deverão ser tomadas.

Nesse sentido existem algumas medidas que podem ser tomadas para auxiliar o profissional, como:

  • Redobrar os cuidados no momento do levantamento;
  • Estabelecer planos de medição e controle dos erros;
  • Escolher de forma correta a metodologia e qual equipamento utilizar;
  • Realizar a comparação entre as medidas, utilizando, por exemplo, medidas diretas e inversas com Estações Totais e Teodolitos;
  • Manter os equipamentos ajustados e calibrados.

Como não há como evitar os erros em um levantamento topográfico, é necessário que sejam feitas atividades para minimizar e reduzir estes possíveis erros.

Ficando atento aos detalhes, a forma como o trabalho será realizado e o uso do equipamento correto e aferido/calibrado são algumas medidas que contribuem para que o trabalho seja mais qualificado e eficaz.

Santiago e Cintra
Santiago e Cintra

Há mais de 38 anos no mercado, a Santiago & Cintra é líder em todas as suas áreas de atuação, representando no Brasil as maiores e melhores marcas mundiais de Geotecnologias.